A IMPORTÂNCIA DA OBSERVAÇÃO DO UPÔSSATHA

Atualizado: Abr 17



Sukhí Hôtu!


UPÔSSATHA, é o dia da NOITE DE LUA NOVA e da NOITE DE LUA CHEIA, completando um ciclo das fases da Lua e começando tudo novamente. Nesse simbolismo de RENOVAÇÃO, nós monges e também os SEGUIDORES LEIGOS (praticantes que não são monges) do Buddhismo (Budismo), damos mais atenção aos Preceitos.


Monges seguem 227 Preceitos, monjas seguem 311, mas os leigos que seguem o Buddhismo têm apenas CINCO PRECEITOS ou TREINAMENTOS DE DISCIPLINA MENTAL para cultivar a ética, a moralidade e uma vida em harmonia. Eles são:


1 – NÃO TIRAR INTENCIONALMENTE A VIDA DE NENHUM SER VIVO.

Por entender que todo ser vivo tem igual direito de tentar ser feliz neste mundo.


2 – NÃO PEGAR PARA SI ALGO QUE NÃO SEJA DADO PELO LEGÍTIMO DONO.

Por entender que se apossar do que não lhe pertence, mesmo que seja achado na rua, causa inquietação mental, inconveniência e sofrimento a quem perdeu o objeto.


3 – NÃO TER NENHUM RELACIONAMENTO SEXUAL SEM O CONHECIMENTO E CONSENTIMENTO FORMAL DA PESSOA COM QUEM FOI ASSUMIDO UM COMPROMISSO DE VIDA A DOIS.

Por entender que a deslealdade e a traição magoam a pessoa que confia em você e envolve várias pessoas – amigos, familiares, vizinhos etc. nessa situação de inquietação mental e desarmonia.


4 – NÃO FAZER MAU USO DA PALAVRA.

Por entender que usando linguagem suja, gírias grosseiras, palavrões, linguagem agressiva, intrigas, comentários maldosos, conversa longa e inútil etc. prejudica o processo de PURIFICAÇÃO MENTAL, causa inquietação e sofrimento a nós mesmos e aos outros e desperdiça tempo precioso que deveria ser usado no cultivo mental.


5 – NÃO FAZER USO DE NENHUMA SUBSTÂNCIA QUE ALTERE O ESTADO PURO E NATURAL DA MENTE.

Por entender que, toda vez que poluímos e entorpecemos nossa mente com substâncias nocivas, perdemos a clareza de visão e não mais somos capazes de nos controlar. O único modo de estar ABSOLUTAMENTE CERTOS de que não perderemos o estado puro da mente é NÃO FAZER USO ALGUM de substâncias nocivas.


Além destes Preceitos que devem ser seguidos constantemente por quem se propõe a ser Buddhista (Budista), nos dias de UPÔSSATHA, o praticante deve seguir mais três, totalizando OITO TREINAMENTOS MENTAIS:


6 – EVITAR COMER EM EXCESSO.

Procurando assim não sentir sonolência e preguiça, aproveitando o dia para o CULTIVO MENTAL mais intenso.


7 – EVITAR PERFUMES, JÓIAS, COSMÉTICOS E PRODUTOS QUE EMBELEZAM O CORPO.

Aproveitando o dia para pensar na simplicidade, humildade no CULTIVO MENTAL e também refletir sobre a impermanência e decadência constante do nosso corpo.


8 – EVITAR OUVIR MÚSICA E IR A ESPETÁCULOS – CONCERTOS, PEÇAS DE TEATRO E CINEMA.

Procurando evitar, somente nesse dia, distrações que desviam a mente da INTROSPECÇÃO necessária para o CULTIVO MENTAL. Em vez de agitar a mente, no dia de UPÔSSATHA podemos, por exemplo, passear num parque, intensificar a MEDITAÇÃO SENTADA ou ANDANDO e dedicar algumas horas à leitura de bons textos Buddhistas e dos SUTRAS (Ensinamentos do Buddha (Buda)).


Normalmente, em sinal de PUREZA, os praticantes leigos se vestem de BRANCO nos dias de Upôssatha, vão aos templos fazer oferendas e fazem doações financeiras ao templo e/ou a instituições de caridade e trabalho social, como prática da PURIFICAÇÃO MENTAL através do desapego aos bens materiais. Tais práticas são ALTAMENTE RECOMENDADAS e fazem parte integrante e inalienável da vida de um leigo Buddhista que pretenda levar a sério o CULTIVO MENTAL.


No Sutra a seguir, o Mestre nos explica os benefícios da observância dos dias de Upôssatha.


UPÔSSATHA SUTRA

O SUTRA DA INTENSIFICAÇÃO DA PRÁTICA DOS PRECEITOS

Traduzido do Inglês em linguagem simples, com explicação entre parênteses pelo Ven. WuHai Laoshi


Assim me foi transmitido oralmente.


Certa ocasião, o Bhagaván (o Buddha) estava passando um tempo em Jetavaná, no Monastério doado pelo milionário Anathapindíka, perto de Shrávastthi. Naquele tempo o Bhagaván reuniu os Bhikshús (Monges) e dirigiu-se a eles assim: – “Bhikshús!”

– “Vantê!” (Venerável Senhor) – Responderam os Bhikshús, preparando-se para ouvir um Dessaná (Ensinamento). O Bhagaván então, deu o seguinte Dessaná, a respeito do Dia de Upôssatha:

“Bhikshús, o Upôssatha é composto de Oito Fatores que o discípulo Áriyan (que cultiva a nobreza das virtudes) observa. A observância deles traz frutos benéficos, gloriosos e radiantes. Bhikshús, qual o Upôssatha que, quando observado traz frutos benéficos, gloriosos e radiantes?


1. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Purificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de tirar intencionalmente a vida de qualquer ser vivo. A clava e a espada foram jogadas fora. Eles sentem vergonha de praticar o mal e têm compaixão por todos os seres vivos.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de tirar intencionalmente a vida de outros seres, já jogaram fora suas armas, têm vergonha de praticar o mal e sentem compaixão por todos os seres vivos. Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o primeiro dos oito fatores do Upôssatha.”


2. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Purificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de pegarem para si o que não lhes foi dado pelo legítimo dono. Eles não são ladrões. Não pegam nada que não lhes pertença. O comportamento deles é irrepreensível.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de pegarem para si o que não lhes foi dado pelo legítimo dono, não são ladrões. Não pegam nada que não lhes pertença. O comportamento de vocês é irrepreensível.” Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o segundo dos oito fatores do Upôssatha.”


3. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Purificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão daquilo que é um obstáculo para a vida de quem quer ser como Brahmá (de quem quer ter a vida pura como a do deus Brahmá). A prática de Purificação Mental deles é como a do deus Brahmá. Eles não são desleais às pessoas com as quais assumiram o compromisso de uma vida sexual somente a dois, que é própria para seguidores leigos.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão do obstáculo que é a vida com relações sexuais. A vida de vocês se mantém afastada das relações sexuais, (neste caso o Buddha se refere somente aos monges, já que leigos buddhistas podem ter relações sexuais.). Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o terceiro dos oito fatores do Upôssatha.”


4. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Purificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de falar mentiras. Eles somente falam a verdade e têm a intenção de não faltar com a verdade. A fala deles é firme e coberta de razão. A fala deles não vacila e não ilude as pessoas. Não usam de linguagem vulgar, nem suja e não usam de agressividade e ofensas quando falam.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de falar mentiras. Somente falam a verdade e têm a intenção de não faltar com a verdade. A fala de vocês é firme e coberta de razão. A fala de vocês não vacila e não ilude as pessoas. Não usam de linguagem vulgar, nem suja e não usam de agressividade e ofensas quando falam.” Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o quarto dos oito fatores do Upôssatha.”


5. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Purificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de consumir bebidas alcoólicas, intoxicantes, alucinógenos, drogas e quaisquer substâncias que alterem o estado puro e natural da mente.

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de consumir bebidas alcoólicas, intoxicantes, alucinógenos drogas e quaisquer substâncias que alterem o estado puro e natural da mente. Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o quinto dos oito fatores do Upôssatha.”


6. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Purificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de fazer refeições pesadas à noite, causando sonolência que atrapalhe a prática da Atenção Plena. (aqui o texto foi adaptado ao Preceito pelas Tradições Mahayana e pelo Buddhismo Theravada Brasileiro. O texto original proíbe qualquer alimento sólido após o meio-dia) “Todos vocês comem apenas uma vez e não compartilham de refeições à noite. Se abstêm de comer no “horário errado”. Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o sexto dos oito fatores do Upôssatha.”


7. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Purificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de ‘cantar e dançar, tocar instrumentos musicais e assistir espetáculos que iludem a mente e inibem a Atenção Plena para o que é realmente puro. Eles não se cobrem com enfeites, nem flores nem se banham com perfumes. (mais uma vez, aqui o Buddha se refere aos monges. No caso dos leigos, a observância a este Preceito só se limita aos dias de Upôssatha.)

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de cantar e dançar, tocar instrumentos musicais e assistir espetáculos que iludem a mente e inibem a Atenção Plena para o que é realmente puro. Não se cobrem com enfeites, nem flores nem se banham com perfumes. Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o sétimo dos oito fatores do Upôssatha.”


8. “Bhikshús, os discípulos Áriyan seguidores deste Treinamento de Purificação Mental, refletem do seguinte modo:

“Todos os seres já iluminados em vida, enquanto a vida deles durar, abriram mão de se sentar e deitar em assentos e camas altos e confortáveis .’ Eles se contentam com camas e assentos baixos ou feitos apenas de palha.”

“Todos vocês, Bhikshús, já abriram mão de se sentar e deitar em assentos e camas altos e confortáveis.” Se contentam com camas e assentos baixos ou feitos apenas de palha.” (para os leigos, também este Preceito é seguido somente nos dias de Upôssatha e para nós monges, o tempo todo.) Por estas razões, noite e dia serão reconhecidos como seguidores dos já Iluminados e, portanto, observarão as regras do Upôssatha. Este é o oitavo e último dos oito fatores do Upôssatha.”


“Bhikshús, o Upôssatha é composto destes Oito Fatores que o discípulo Áriyan (que cultiva a nobreza das virtudes) observa. A observância deles traz frutos benéficos, gloriosos e radiantes.”


Assim falou o Bhagaván sobre os dias de Upôssatha. Os Bhikshús ficaram maravilhados e se alegraram com as palavras do Bhagaván!


A SEGUIR, PARA ORIENTAÇÃO DOS INTERESSADOS EM OBSERVAR OS DIAS DE UPÔSSATHA, SEGUEM OS DIAS DE LUA CHEIA E LUA NOVA ATÉ O FINAL DESTE ANO DE 2562/2019


AGOSTO

🌑 30 🌕 15


SETEMBRO

🌑 28 🌕 14


OUTUBRO

🌑 28 🌕 13


NOVEMBRO

🌑 26 🌕 12


DEZEMBRO

🌑 26 🌕 12

0 visualização

Contatos:

(54) 3244-6027

dragaododharma@gmail.com

Endereço: 

Loteamento Alpes de São Francisco, Rua 3 - 401

São Franciso de Paula, RS - CEP: 95400-000

© 2020 

Criado por Gustavo Pavanello e Thairiny Silva

  • Templo Dragão do Dharma - Facebook
  • Budismo Brasil - YouTube
  • Budismo Brasil - Instagram