BUDISMO E HOMOSSEXUALIDADE

Atualizado: Mai 31



(Na minha opinião, como Monge Theravada)


Dajia hao!


Neste final de junho, quando o tema de homossexualidade, LGBTI +, 50 anos da Revolta do Stonewall, etc, achei conveniente falar sobre este assunto, que desperta tanto interesse, curiosidade, opiniões inflamadas e polêmica! Vejamos, por exemplo, o que o Buddha (Buda) disse sobre a questão da homossexualidade…


Para decepção de muitos, ele nunca disse absolutamente NADA! Nada… Nos 84.000 Ensinamentos (Sutras) sobre as mais variadas situações da vida humana, o Buddha simplesmente não tocou no assunto da homossexualidade humana, nem animal! Até mesmo sobre zoofilia (praticar sexo com animais) ele se referiu, ao proibir nós monges de praticarmos sexo com animais, o que nos leva a supor que isso acontecia na época. Então, claro que a homossexualidade já existia e nem assim o Buddha falou sobre isso! Me parece bastante óbvio que, para alguém como o Buddha, que falava só o que era absolutamente necessário, ele tenha achado que era algo natural, cujas regras de comportamento sexual que ele estabeleceu, seriam as mesmas que as dos heterossexuais!


O Buddha falou até bastante sobre relacionamentos conjugais, infidelidade, como marido e mulher devem se comportar etc, acho que era bastante claro para ele que, caso dois homens ou duas mulheres vivessem como casados, as regras seriam exatamente as mesmas! Sendo ou não a opinião do Buddha, para mim, como seguidor das orientações dele, a visão que tenho é essa – casais, hétero ou homossexuais, devem viver exatamente do mesmo modo, sem qualquer alteração nas regras que o Buddha estabeleceu.


O Buddhismo (Budismo) tem por norma respeitar as pessoas e não julgar ou discriminar quem quer que seja. Não há, portanto, qualquer motivo para discriminar os homossexuais, nem masculinos nem femininos! Por outro lado, também é norma do Buddhismo evitar qualquer tipo de excesso – por isso somos seguidores do Caminho do Meio, que evita os extremos… É, portanto, aconselhável que a homossexualidade seja vivida sem os exageros que muitas vezes vemos, principalmente no caso dos homens homossexuais!


Se alguém sai à rua vestido de palhaço, fora da época carnavalesca, tal pessoa não pode reclamar nem se ofender quando apontarem para ela e disserem: “Olha lá um palhaço!” - a pessoa está realmente vestida de palhaço, é natural que a chamem assim! Da mesma forma, se um homem pode ser identificado à distância como totalmente afeminado, agindo de forma afetada, se mostrando de forma espalhafatosa, deve estar ciente de que a Sociedade pode ser cruel, agressiva e perigosa! Fica difícil exigir respeito e tolerância de um mundo que não tem por natureza ser respeitoso e tolerante!


O conselho que posso dar, em nome da harmonia social e para que todos possam exercer do direito de serem como são, é que evitem manifestações totalmente desnecessárias. Ninguém PRECISA se expor publicamente, numa “Parada de Orgulho Gay”, quando não há motivo algum para orgulho, nem de ser hétero, nem de ser gay, nem de ser buddhista ou qualquer outra coisa! Isso é uma enorme tolice e uma distorção da realidade dos fatos! Da mesma forma que não concordo e não acho correto ver um casal – homem X mulher, se beijando e se apalpando calorosamente em público, não vejo necessidade que alguém se exponha em público como homossexual e exija direitos, respeito e tolerância! O que pode (e deve) ser feito dentro de quatro paredes, é lá que deve ser feito…


No mundo, é uma regra básica da natureza: quanto menos a presa se mostra, quanto menos ela se movimenta e se expõe, mas dificilmente será localizada e abatida pelos predadores… Basta observar a Natureza para verificar isso e Buddhismo é, e sempre será, observar as coisas como elas são e aprender com elas!


Fiquem todos em Paz e protegidos!


Monge Wu Hai Shifu

0 visualização

Contatos:

(54) 3244-6027

dragaododharma@gmail.com

Endereço: 

Loteamento Alpes de São Francisco, Rua 3 - 401

São Franciso de Paula, RS - CEP: 95400-000

© 2020 

Criado por Gustavo Pavanello e Thairiny Silva

  • Templo Dragão do Dharma - Facebook
  • Budismo Brasil - YouTube
  • Budismo Brasil - Instagram