NIRVANA: UM MONOPÓLIO BUDISTA?


The 14th Dalai Lama, Tenzin Gyatso in Antwerpen, Belgium 2006 - Yancho Sabev

Sukhí Hôtu!


“People take different roads seeking enlightenment. Just because they dont belong to your religion doesn't mean they’ve gotten lost, Nirvana is not a monopoly of Buddhists.”


“As pessoas tomam diferentes caminhos, buscando a Iluminação. Só porque elas não pertencem à nossa religião, isso não significa que estão perdidas, o Nirvana não é monopólio dos buddhistas.”


Agora vejamos… Não é por ser uma citação do Dalai Lama, líder de algumas das seitas do Buddhismo Tibetano (e só dele!) que temos que baixar a cabeça em aceitação. Toda opinião deve ser analisada, ponderada e nunca simplesmente aceita sem qualquer investigação. Pelo menos foi isso que o próprio Buddha nos aconselhou a fazermos, no Kalama Sutta, onde nos deu direito de duvidarmos até mesmo das palavras dele! Portanto, não há nada de errado em duvidarmos de Sua Santidade o Dalai Lama…

Dito isso, quero analisar parte a parte a citação. As pessoas tomam diversos caminhos buscando a ILUMINAÇÃO… Será? Que tomam diversos caminhos, é um fato óbvio, mas a dúvida é se é a ILUMINAÇÃO que elas buscam! ILUMINAÇÃO é a Sabedoria plena e absoluta, que pode ser alcançada aqui e agora, em VIDA, neste exato momento! É isso que as pessoas buscam, ou elas estão sempre correndo atrás de um “ser superior” que acabe com o sofrimento delas e as SALVE, não agora, mas quando morrerem? Me parece que o Dalai Lama está um pouco confuso sobre o que as pessoas realmente praticam por ai afora.


Como buddhistas, nosso esforço em purificarmos a mente, através de diversas práticas, é para alcançarmos algo em vida e, principalmente: por esforço próprio, não sendo salvos por agentes externos e superiores a nós.


Continuando: Só porque elas não pertencem à nossa RELIGIÃO… Outro termo que não se aplica ao Buddhismo: religião! Não somos religiosos… somos praticantes de um Ensinamento, que nos foi deixado pelo Buddha, no qual não há objetivo algum de nos RELIGARMOS a um deus… Religião, no sentido real da palavra, significa “religare”, reconectar o ser humano ao superior criador. Em última análise, religião é o instrumento, através do qual, o ser humano volta a se ligar ao deus criador. Isso nada tem a ver com Buddhismo, portanto, buddhistas não têm religião alguma.


Seguindo adiante: Não significa que estão perdidas… Esperamos que, em algum momento, possam se encontrar mas, no momento em que estão esperando milagres, buscando salvação externa, se apegando a crendices na esperança de terem o sofrimento aliviado etc as pessoas SIM estão perdidas. Não só perdidas como confusas, atormentadas, inseguras e mergulhadas em profunda ilusão. “Perdidas”, neste caso, não significa que caíram num caminho sem volta para a “perdição da alma” que, aliás, nem existe na ótica buddhista. Estão perdidas mas, após sucessivos renascimentos, serão capazes de enxergar as coisas com clareza e também alcançarão a Iluminação. No Buddhismo, não existe condenação eterna, perdição eterna…


Para encerrar minha análise: O Nirvana não é monopólio dos buddhistas… Infelizmente, é SIM! Digo infelizmente, porque seria ótimo se mais crenças tivessem o objetivo de alcançarem o Nirvana, sem ficarem esperando que algum ser superior as peguem no colo e as levem para algum paraíso imaginário, do qual não existe comprovação alguma!


Praticar por esforço próprio, enfrentando os próprios medos, fraquezas, inseguranças e obstáculos mentais, é algo que SÓ O BUDDHISMO nos ensina. As religiões nem sabem o que é Nirvana e nem imaginam o quanto ele é objetivo, claro e, apesar da enorme dificuldade, POSSÍVEL de ser alcançado. Então, lamento discordar mais uma vez do Dalai Lama, mas o NIRVANA é, SIM, monopólio do Buddhismo. A grande vantagem disso é que esse monopólio não tem “direitos reservados”, é compartilhado com quem quiser nos seguir e ouvir o que o Buddha nos deixou como Ensinamento. O nosso “monopólio do Nirvana”, não é algo que nós buddhistas tenhamos medo de compartilhar, muito pelo contrário! Estamos sempre dispostos a ouvir as dúvidas de quem nos procura e mostrar, do melhor modo possível, que cada um pode alcançar o Nirvana.


O único problema é que, nem todos nós, buddhistas, conseguimos dizer as coisas como realmente são e aí fica complicado. Mas, para tudo há uma solução!


Fiquem todos em Paz e protegidos!


Ajahn Sunanthô Therô

5 visualizações0 comentário

Contatos:

(54) 3244-6027

dragaododharma@gmail.com

Endereço: 

Loteamento Alpes de São Francisco, Rua 3 - 401

São Franciso de Paula, RS - CEP: 95400-000

© 2020 

Criado por Gustavo Pavanello e Thairiny Silva

  • Templo Dragão do Dharma - Facebook
  • Budismo Brasil - YouTube
  • Twitter