O ENSINAMENTO DA GENTILEZA



大家好!合掌!


Há essas expressões que são chavões, muito usadas pelos americanos: “You look great!” (Você está com a aparência ótima!) ou “I love your tie!” (Amei sua gravata) que, como parte da cultura deles, são repetidas, nas mesmas situações, por todas as pessoas… É como se levassem uma listinha no bolso, para decorarem e trocarem expressões, sem o menor sentimento sobre o que estão dizendo. Nós também temos, aqui no Brasil, nossa própria coleção e é bem usada nos meios sociais! É aí que entra a ATENÇÃO PLENA, no uso correto da palavra, o chamado Quarto Preceito! Nós buddhistas temos que ser um diferencial!

O Buddhismo é conhecido como o Ensinamento da GENTILEZA! Buddhistas devem ser gentis, exemplos de gentileza na fala e nas atitudes. Isso pode soar falso, se não desenvolvermos o HÁBITO da preocupação com o outro! Se o fizermos, estaremos verdadeiramente sendo EXEMPLOS, aquelas pessoas que todos vão comentar: “Olha só… Ele(a) é tão legal! Sempre demonstra uma preocupação sincera em relação a todo mundo!” Atingir esse grau de gentileza sincera, de preocupação real com os demais, é uma questão de PRÁTICA, de comprometimento com a vontade real de se tornar assim.

Se alguém está doente ou passou por um problema grave, de saúde ou emocional, o correto é que liguemos para a pessoa, com a simples intenção (bom karma) de perguntar se a pessoa está melhor, se está precisando de alguma coisa, se já superou o problema!! Isso é BUDDHISMO EM AÇÃO!

Podemos começar com coisinhas bem básicas, como um BOM DIA bem dado, acompanhado de um sorriso, por exemplo. Um telefonema do tipo: “Liguei só para saber como você está!” - desde que seja realmente sincero e numa hora com tempo livre, caso a pessoa decida bater um papo longo.

Agir corretamente, socialmente, não é só uma questão do Quarto Preceito, que tem a ver com a PALAVRA. Envolve, também, o MEIO DE VIDA CORRETO, etapa da Quarta Nobre Verdade que, não necessariamente se restringe à atividade profissional, mas à forma como vivemos em Sociedade!

Exercitar os sentimentos, praticar a Compaixão, demonstrar preocupação com os demais, ser aberto(a) com as pessoas a quem admiramos e queremos bem, isso tudo independe de ser ou não buddhista! Devem ser exercícios de HUMANIDADE, de valores humanos que todos deveriam se preocupar em desenvolver. Pequenas atitudes, pequenas perguntas que expressem sentimento e preocupação sincera com o outro, não nos custam nada, mas podem valer muito para quem as ouve… Fica a dica!


Fiquem todos em Paz e protegidos!


悟海老师

0 visualização

Contatos:

(54) 3244-6027

dragaododharma@gmail.com

Endereço: 

Loteamento Alpes de São Francisco, Rua 3 - 401

São Franciso de Paula, RS - CEP: 95400-000

© 2020 

Criado por Gustavo Pavanello e Thairiny Silva

  • Templo Dragão do Dharma - Facebook
  • Budismo Brasil - YouTube
  • Budismo Brasil - Instagram