• Fǎ Lóng Sì - Facebook
  • Fǎ Lóng Sì - YouTube
  • Fǎ Lóng Sì - Instagram

(54) 3244-6027

wuhaishifu@gmail.com

Templo Budista

Loteamento Alpes de São Francisco, Rua 3 - 401

São Franciso de Paula, RS - CEP: 95400-000

Agende sua visita nos telefones indicados.

 

Se estiver de passagem pelo local e REALMENTE tiver tempo para sentar e ouvir Ensinamentos sobre Budismo diretamente do Shifu (monge), todos são muito bem-vindos para tocar o sino do portão.

 

Reuniões aos Sábados ou Domingos, a partir das 15h.

Cadastre-se para participar por vídeo, caso não possa comparecer .

O QUE É O BUDDHADHARMA?


Dajia hao!


O que chamamos de Buddhadharma, ou o Dharma "do Buddha", na realidade não é nem nunca foi dele! O Buddha (Buda) teve a imensa Sabedoria de observar o que sempre esteve diante de todos e ninguém, antes dele, foi observador o bastante para perceber...

O Dharma está presente em todos os fenômenos da Natureza! A simples sequência de nascer e se pôr do Sol, por exemplo, é DHARMA... Na verdade, não há nada se pondo ou nascendo, apenas a rotina de bilhões de anos de nosso planeta girando no espaço! Ver isso corretamente, sem distorções e sem ilusões poéticas, é praticar o Buddhismo e, tentar que esse simples fenômeno seja qualquer outra coisa além de um simples fenômeno de causas e condições, é fonte certa e inevitável de inquietação mental (Dukkha)!

É o que acontece quando as pessoas interpretam o Buddhismo como uma "religião" para mudarmos o mundo, através do amor, através da compaixão e outros sentimentos, muito nobres, porém mal interpretados e distorcidos... O Buddha NUNCA nos disse para mudarmos o mundo! Isso porque não é nossa função e, principalmente, porque é IMPOSSÍVEL mudar ele! A natureza do mundo é exatamente do jeito que é: um imenso palco de matar e morrer, fonte constante de inquietação mental, medo, incerteza, risco de morte, mudanças repentinas, etc. Entre uma insegurança e outra, alguns momentos de trégua que, a grande maioria das pessoas se deixa iludir, chamando de FELICIDADE!

Se fosse possível mudar o mundo, certamente o Buddha o teria feito! Era um ILUMINADO, com a mente livre de qualquer dúvida, com poderes mentais que ele raramente usou, mas os tinha! E, ainda assim, ele deixou o mundo bem quietinho no canto dele, porque sabia que não era sua função bagunçar a ordem das coisas. Por isso, nos orientou a VERMOS O MUNDO COMO ELE É e, desenvolvendo Sabedoria, nos afastarmos do mundo, para nunca mais renascermos nele!

Enquanto não nos iluminamos, aí sim, devemos realmente, com Atenção Plena, desenvolver a tolerância, a compaixão, a harmonia e todas essas virtudes que "Mestre Google" atribui à prática do Buddhismo! Mas, que fique claro: não desenvolvemos isso tudo para SALVAR ninguém, nem para mudarmos o mundo! Fazemos isso para o CULTIVO DE NOSSA MENTE, para nosso benefício próprio, através de facilitar nossa existência no mundo e, ao mesmo tempo, tornar a vida dos outros menos difícil. Nunca devemos perder de vista o objetivo da nossa própria purificação mental. Isso nada tem a ver com "salvação alheia", muito menos com transformação do mundo em um lugar ideal para continuarmos vivendo nele!


Wù Hǎi Shīfù

51 visualizações